Os Grandes Contrastes da Insustrialização Mundial

A distribuição mundial das indústrias

A distribuição das indústrias a nível mundial é desigual, por isso existem os países industrializados[6] e menos desenvolvidos. Desde o século XIX até meados de século XX, a produção industrial concentrava-se nos países capitalistas (América do Norte, Europa e Japão). Actualmente, a situação é outra devido o surgimento de novos países industrializados depois da II guerra mundial. No entanto, a distribuição e a localização das indústrias dependem de cinco (5) factores: Capital financeiro, tecnologia, mercado, mão-de-obra e custos de produção.

A distribuição das indústrias na América do Norte

A América do Norte também é conhecida por América Saxónica e é constituída pelos EUA e Canadá. Está região está provida de vários recursos naturais de maior valor económico (petróleo, gás natural, carvão mineral, ferro, etc.), rica em matéria-prima, com uma mão-de-obra qualificada e munida de tecnologia de ponta para diferentes ramos industriais, tais como: as indústrias siderúrgica, metalúrgica, alimentar, electromecânica, petroquímica, militar, telecomunicação via satélite, investigação entre outras.

A paisagem industrial na América do Norte localiza-se em Detroit, Los Angels e na região dos Grandes lagos partilhado pelos EUA e Canadá; nas cidades de Chicago, Nova Iorque e Boston (EUA) e em Toronto e Montreal (Canadá) devido a facilidade dos transportes para o resto do mundo.

A Distribuição das indústrias na América Latina

Esta região é constituída por países da América Central e do Sul, antigas colónias portuguesa, francesas e espanholas. Os países mais industrializados são Brasil, México e Argentina. Os restantes países dependem do sector primário (agricultura e pecuária), a Venezuela é o maior produtor e exportador do petróleo.

Distribuição das indústrias na Europa

A Europa ocidental está mais desenvolvida do que a Europa de Leste, antigo bloco socialista. Os países mais industrializados são: A Alemanha, Inglaterra, França, Itália (Norte) e Espanha). Estes países, ainda são ricos em recursos naturais, matéria-prima e fontes de energia, e estão providos de mão-de-obra qualificada, tecnologia de ponta, infra-estruturas para diferentes ramos de produção industrial.

A distribuição das indústrias na Ásia e Oceânia

O Japão e a China são os maiores gigantes asiáticos. Estes dois países tiveram um crescimento muito acelerado no mundo, depois da segunda guerra mundial. Na mesma região, Ásia Oriental, há indústrias emergentes, mais conhecidos por dragões asiáticos ou quatro tigres asiáticos (Taiwan, Coreia do Sul, Hong Kong e Singapura). Estes países tiveram um rápido crescimento entre as décadas de 1960 e 1990, graças a transferência de tecnologia e alguns sectores de produção do Japão, EUA e alguns países da Europa Ocidental.

Na Oceânia (Austrália e Nova Zelândia) as grandes indústrias localizam-se ao longo do litoral das cidades de Sidney e Camberra.

A distribuição das indústrias em África

O continente africano faz parte dos 47 países mais pobres do mundo, sobretudo a África Negra. A sua economia depende de algumas multinacionais e transnacionais. O continente africano, durante muitos séculos foi e continua
sendo fonte da matéria-prima para os países mais industrializados. Os maiores produtores dos recursos naturais (petróleo e gás natural) são: Nigéria, Argélia, Angola, Líbia, Camarões e num futuro próximo Moçambique. A África do Sul é o maior produtor e exportador de recursos valiosos como o ouro, prata, diamante e platina.

Os países mais desenvolvidos (PD’s) apresentam maiores concentrações da paisagem industrial do que os países em via de desenvolvimento (PVD’s).

Agora, identifique as características que explicam esse contrastes nos dois grupos de países.

As características dos países desenvolvidos ou industrializados (Países do Norte)

  • Elevada taxa de escolarização, instrução e formação;
  • Elevada esperança de vida;
  • Elevada taxa de urbanização;
  • Elevado nível de tecnologia;
  • Predomínio da população velha;
  • Predomínio de actividades secundário e terciário.

 

As características dos países em via de desenvolvimento (países do Sul)

  • Baixo nível de escolarização, instrução e formação;
  • Esperança de vida baixa;
  • Baixo nível tecnológico;
  • Predomínio da população jovem;
  • Predomínio de actividades de sector primário;
  • Elevadas taxas de natalidade e mortalidade.