As Vantagens e Desvantagens dos Transportes

Os transportes terrestres: As vantagens e desvantagens

O transporte ferroviário foi utilizado pela primeira vez na Inglaterra, e em seguida expandiu-se rapidamente para outras partes do mundo (Japão, a Rússia, os EUA e a França). Mais tarde com a invenção do automóvel e do avião, novos meios de transportes assumiram sua importância no panorama económico mundial.

Os transportes terrestres têm um carácter regional e dependem do meio físico.

Este é o meio de transporte mais utilizado pelo homem. No entanto, existem vários tipos de meios de transportes terrestres, e eles são muito importantes na movimentação das pessoas e mercadorias, tanto para pequenas distâncias, como para distâncias maiores.

Os transportes terrestres podem ser: primitivos, rodoviário, ferroviários e gasodutos (gasodutos ou oleodutos).

O transporte rodoviário

O transporte rodoviário permite uma grande flexibilidade de itinerários. As deslocações (tráfego) de mercadorias e passageiros são feitas em curtas e médias distâncias. Os países desenvolvidos apresentam uma maior densidade e complexa rede rodoviária.

O transporte rodoviário passou a realmente fazer parte da sociedade a partir do século XX, quando o automóvel foi inventado. De início este era mais um tipo de complemento do transporte ferroviário, ele transportava pessoas e mercadorias.

As vantagens de transporte rodoviário

  • Possui maior flexibilidade e facilidade de acesso aos diversos lugares;
  • Efectua transporte porta-à-porta;
  • Possui menores custos na manutenção;
  • Possui elevada cobertura geográfica;
  • É o mais usual no transporte de passageiros;
  • Grande mobilidade;
  • É mais económico para distâncias relativamente curtas;
  • É o mais veloz em relação ao ferroviário e aquático;
  • Distribui directamente as mercadorias;
  • Permite operações de despacho (papéis) e de carga e descarga das mercadorias mais simplificadas.

As desvantagens de transporte rodoviário

  • Depende de infra-estruturas;
  • É muito cansativo para longos percursos;
  • Depende do trânsito;
  • Muito poluente;
  • Carro para grandes distâncias;
  • Depende dos acidentes geográficos (montanhas íngremes, rios de montanha, mares, desertos, florestas densas etc.);
  • Leva pouca carga comparativamente ao marítimo e ao ferroviário;
  • É influenciado pelas condições atmosféricas;
  • Tem elevado números de acidentes em relação a outros tipos de transporte (maior sinistralidade);

O transporte ferroviário

Muitos países devem seu progresso a esse meio de transporte, o primeiro comboio a vapor foi inventado no século XVIII e foi a partir desse momento que os países passaram a progredir. Começaram a construir as ferrovias movimentando assim as economias locais e aumentando o alcance de entrega de mercadorias.

Após a invenção do comboio a vapor no século XVIII diversos países progrediram imensamente, a construção das ferrovias movimentou as economias locais e o transporte de mercadorias passou a ser realizado numa velocidade que nunca antes vista.

As vantagens dos transportes ferroviários

  • Apresenta uma maior capacidade de carga e de passageiros com baixos custos operacionais e energéticos;
  • É mais económico que o rodoviário;
  • Não tem problemas de congestionamento;
  • Possui diversas opções energéticas (vapor, diesel, electricidade);
  • Não depende das condições atmosféricas (menos influenciado pelo tempo e clima);
  • Possui material circulante e permanente;
  • Pode transportar diferentes tipos de produtos (tem especialidade para quase todo tipo de carga);
  • Os comboios modernos são mais velozes (TGV e Metros);
  • É menos caro em relação aos transportes aéreos e rodoviários;
  • Estimula o desenvolvimento das indústrias de base.

As desvantagens do transporte ferroviário

  • Necessita da construção prévia das ferrovias, caminhos-de-ferro, por onde o comboio vai circular;
  • Não possui flexibilidade de percursos;
  • É lento em relação aos transportes rodoviários e aéreos;
  • Necessita de transbordo;
  • É de difícil descarregamento;
  • Dependência de outros transportes;
  • Não entrega os produtos ao consumidor;
  • Pouco adequado para distâncias curtas;
  • Provoca poluição sonora;
  • Possui horários flexíveis;
  • É de maior custo de manutenção.