Tecnologia do Papel de Parede

Tecnologia do Papel de Parede

Este papel era impresso com tintas de guache (chamadas de “inks” na indústria do papel), sobre uma grande peça contínua de papel fabricado com um elevado conteúdo de trapos.

As tintas eram aplicadas usando-se grandes blocos de madeira esculpida para cada cor. Neste papel de parede, em particular, havia cinco diferentes sombras em castanho sobre uma base colorida em creme, com os cantos e faixas em vermelhão, constituindo um padrão de sete cores, no total.

O papel de parede era impresso sobre o tal papel de parede com elevado conteúdo de trapos porque se pretendia manter a flexibilidade desse papel. Foi aplicado directamente sobre uma parede estucada lisa, excepto na alcova, em que uma parede de madeira separava a sala de jantar de uma pequena cozinha. Aqui foi esticada e pregada uma tela, sendo depois aplicado o papel por cima desta. Depois de ser assente, o papel foi envernizado. Este verniz não foi analisado, mas é, provavelmente, uma mistura de substâncias que incluía laca.