Apontamentos Remoção da Tinta das Janelas

Remoção da Tinta das Janelas

1. Raspagem

A tinta toda, ou alguma tinta solta, é removida com grandes raspadores de aço. Podem ser usados os raspadores planos usados nas superfícies planas dos barcos, enquanto que têm que ser usados raspadores modelados de acordo com os feitios, onde necessário.

2. Ar quente

Quer a tinta de óleo, quer a tinta de emulsão, amolecem aos 500 a 600 o centígrados pelo ar quente proveniente de um soprador (jacto de ar quente). A seguir, a tinta pode ser removida com um escalpelo afiado.

A desvantagem deste método é que pode danificar os vidros, e que a tinta e o betume saudáveis existentes sobre a madeira também são extraídos. Além disso, é muito importante a ventilação durante este processo por causa dos fumos extremamente tóxicos que são produzidos.

3. Decapagem por imersão em soda cáustica

Dissolvem-se 500 gramas de soda cáustica em 4 litros de água e adicionam-se 100 gramas de celulose em pó. A mistura deve ficar tão espessa que possa ser estendida sobre a camada de tinta, onde deve permanecer durante 2 horas. Não deve ser deixada secar. Então, essa camada de tinta e a mistura de soda cáustica podem ser removidas com uma espátula, já que as substâncias básicas fazem saponificar a tinta. Eventualmente, os objectos devem ser enxaguados com água corrente.

Seguidamente, é muito importante que essas substâncias básicas sejam neutralizadas com uma mistura de ácido acético e água. A neutralização da superfície deve ser verificada com papel Tornassol. O valor do pH deve ser de 7. Eventualmente, quando a madeira secar, é muito importante tratar-se a sua superfície com óleo de linhaça.

Recomendado para si:   A crise da habitação em França

4. Saponificação

Usa-se uma mistura de 5 quilogramas de cal apagada, 2 quilogramas de potassa, 2 quilogramas de soda e 2 quilogramas de sabão suave. Pode-se misturar uma quantidade pequena, mas nas mesmas proporções.

A tinta vai saponificar, conforme descrito na passagem anterior acerca da decapagem com soda cáustica. Repare-se que nenhum destes ingredientes é perigoso para o ambiente.

5. Microondas

A janela é colocada num forno de microondas construído para o efeito. Depois de alguns minutos de “aquecimento”, quer a tinta quer a massa ficam amolecidas e são facilmente removidas.

O vidro não é aquecido durante o processo. O método está patenteado.

6. Fervura em óleo de linhaça

Se a madeira pintada for imersa em óleo de linhaça a ferver durante 15 a 20 minutos, a tinta fica amolecida e pode ser decapada com raspadores. Não se deve deixar a madeira dentro do óleo a ferver, durante um tempo superior, porque pode absorver demasiado óleo. Depois da fervura, o óleo deve endurecer durante uma semana antes de a madeira ser pintada com tinta de óleo de linhaça.