Apontamentos Problemas Estruturais

Problemas Estruturais

Sobrecargas exageradas: As tensões internas da parede ou o comportamento global da edificação podem provocar fendilhação por tensão. Aparecendo sob a forma de linhas diagonais nas paredes, a fendilhação por tensão começa geralmente na moldura de uma porta ou de uma janela, mas também pode aparecer em qualquer ponto da parede, com pontos de início aparentemente aleatórios.

Os construtores dos edifícios que agora são históricos não tinham regulamentos que os ajudassem a dimensionar os membros estruturais desses edifícios. O peso do telhado, o segundo e o terceiro andares, a mobília e os ocupantes podem impor uma pesada carga às vigas, prumos e barrotes. Mesmo quando as casas eram adequadamente construídas, posteriores obras de alterações podem ter aberto um vão de porta ou de janela sem ter sido adicionado qualquer elemento estrutural ou “verga” sobre o topo dessa abertura.

Ocasionalmente, os membros resistentes eram apenas muito reduzidos para suportarem as cargas que lhes estavam sobrepostas.

A deformação ou “empeno” da madeira (deformação que ocorre com o decurso do tempo) também pode criar fissuras no estuque.

O sobrecarregamento exagerado e o movimento estrutural (especialmente quando combinado com o apodrecimento do fasquiado, com o enferrujamento dos pregos, ou com a fraca qualidade do estuque) podem provocar o destacamento desse estuque do seu fasquiado. O estuque perde a sua chave. Quando a ligação mecânica com o fasquiado se quebra, o estuque torna-se solto e abaulado. Se não forem feitas reparações, especialmente nos tectos, a gravidade vai provocar simplesmente a queda bocados de estuque no chão.

Recomendado para si:   Evolução histórica do direito

A fendilhação por tensão no estuque sobre a porta de uma cozinha pode ser reparada com rede de fibra de vidro e massa para juntas.

Assentamento/ vibração: A fissuração nas paredes pode ser consequência do assentamento do edifício. Os edifícios construídos sobre solos argilosos são especialmente vulneráveis. Muitos tipos de argilas (tais como a montemorilonite) são altamente expansivos.

Nas estações secas, a água evapora das partículas de argila, fazendo com que elas contraiam. Durante as estações húmidas, a argila fluidifica. Fendas diagonais correndo em direcções opostas sugerem que as suas causas podem ser o assentamento da edificação e as condições do solo. Sucedem sintomas semelhantes quando existe uma fonte próxima de vibração/ deflagração, uma linha-férrea, uma estrada com tráfego pesada ou estampidos sónicos repetidos.

Movimentos do fasquiado: As fendilhações horizontais são frequentemente provocadas pelos movimentos do fasquiado. Como a madeira absorve humidade do ar, ela expande e contrai conforme essa humidade aumenta ou diminui. Isto faz com que as fissuras apareçam ano após ano. Estas fissuras também podem aparecer entre os painéis de “rock lath”. Um prego que segura a aresta de uma chapa pode ter enferrujado ou soltar-se, ou o movimento estrutural da estrutura de madeira por trás do fasquiado pode provocar a abertura de uma junta. Cargas pesadas numa área de armazenamento sobre um tecto em “rock lath” também podem provocar a fendilhação desse tecto.

Recomendado para si:   Bolhas de Solvente

Erros na construção inicial do edifício, tais como um contraventamento inadequado, deficiente construção dos cunhais, molduras de portas e janelas defeituosas, e vigas e barrotes de pavimentos sudimensionados podem “enviar telegramas” através da superfície do estuque.