Apontamentos Modelo de industrialização

Modelo de industrialização

De acordo com a Estratégia Nacional de Desenvolvimento/ Moçambique (2015-2035), a industrialização através da criação de pólos de desenvolvimento para a criação de zonas de concentração industrial ou parques industriais constitui o modelo através do qual será possível fornecer de forma regular e com qualidade infra-estruturas e serviços públicos que reduzirão os custos operacionais e de capital, bem como, incentivarão investimentos privados em diversos ramos de actividade. (2014:16)

Contudo, para atingir este objectivo será necessário melhorar o ambiente de negócios através do desenvolvimento de infra-estruturas, acesso a financiamento, aumento da eficiência da administração pública, e estabilidade macroeconómica do País.

O modelo de desenvolvimento assente na Estratégia Nacional de Desenvolvimento preconiza a transformação estrutural da economia. A transformação da actividade agrária é elemento constitutivo e fundamental da estratégia de industrialização. Por um lado, porque a incorporação da população rural à economia de mercado e o aumento do rendimento dos trabalhadores agrícolas é condição necessária à ampliação do mercado doméstico. Por outro, porque o crescimento e a competitividade da indústria depende da expansão da oferta e da redução dos preços dos produtos agrícolas, seja daqueles utilizados como insumos que afectarão directamente os custos industriais, seja dos produtos alimentares que afectarão o custo de vida, bem como, o custo da mão-de-obra exigida pela actividade industrial.

A Estratégia Nacional de Desenvolvimento aposta na industrialização como principal via para alcançar a visão de prosperidade e competitividade, assentes num modelo de crescimento inclusivo e sustentável. Pressupõe-se assim que a industrialização deve desempenhar um papel fundamental na dinamização da economia, no emprego e na capitalização dos moçambicanos, envolvendo todos os segmentos sociais no processo produtivo, de modo a garantir que a exploração dos recursos naturais contribua para um desenvolvimento económico e social sustentável.

Recomendado para si:   Em como a história do edíficio se cruzou com as obras

Deste modo, a Estratégia Nacional de Desenvolvimento vem conferir maior ênfase a abordagem integrada de actuação do Governo através da criação de zonas económicas especiais em função das potencialidades agro-ecológicas e de parques industriais ao longo dos corredores de desenvolvimento, que vão agregar diferentes indústrias a montante e a jusante da cadeia de produção e valor dos recursos existentes no País.

A superação destes desafios passa pela realização de investimentos e intervenções nas áreas de Educação, Saúde, Habitação, Abastecimento de água e saneamento do meio e na Protecção Social aos grupos populacionais vulneráveis como forma de assegurar condições básicas de vida aos cidadãos. 

A saúde e bem-estar das pessoas são elementos basilares do processo de desenvolvimento. O principal desafio na área da saúde é a redução da morbilidade entre a população. Este objectivo passa pela expansão e melhoria dos programas e acções com vista a erradicação das grandes endemias e principais causas de morte por doença, principalmente o HIV e SIDA, tuberculose e a malária, e pelo melhoramento das condições do saneamento do meio.

Abastecimento de Água e Saneamento

Aumentar a cobertura, que actualmente é de cerca de 53% da população, para atingir o acesso universal em 2035 Para Moçambique alcançar estes objectivos requer fortes parcerias entre o sector público, privado, comunitário e as organizações não-governamentais bem como o melhor aproveitamento dos fundos disponibilizados pela comunidade internacional.

Baixar Documento