Métodos para a Remoção de Tinta

Depois de ter sido determinada a condição de uma determinada superfície exterior pintada, o passo seguinte do planeamento para a sua repintura – se for necessária a remoção da tinta – é a selecção de um método adequado para se fazer essa remoção.

O método ou métodos seleccionados devem ser adequados ao problema de tinta específico, assim como ao próprio elemento construtivo em madeira. Os métodos para a remoção da tinta podem ser divididos em três categorias (no entanto, é usada frequentemente uma combinação dos três tipos).

A seguir é definido cada método, depois todos são discutidos mais em pormenor e são feitas algumas recomendações:

Abrasivo – “Abrasão” da superfície pintada por meios manuais ou mecânicos, tais como a raspagem e a passagem à lixa. Geralmente usado na preparação da superfície e na remoção limitada da tinta.

Térmico – Amolecimento e retirada das camadas de tinta pela aplicação de calor seguida de raspagem e passagem à lixa. Geralmente usado na remoção total da tinta.

Químico – Amolecimento das camadas de tinta com decapantes químicos seguido de raspagem e passagem à lixa. Geralmente usado na remoção total da tinta.