Apontamentos Factores que contribuem para os problemas consequentes da humidade

Factores que contribuem para os problemas consequentes da humidade

Há uma grande variedade de condições com existência simultânea que contribuem para os problemas consequentes da humidade nas edificações antigas.

Para problemas recorrentes de humidade, pode ser necessário que o proprietário ou o profissional de conservação se dedique a  muitas, se não a todas, das seguintes variáveis:  

  • Tipos de materiais de construção e de sistemas construtivos.  
  • Tipo e condição da cobertura e dos sistemas de drenagem locais e dos seus caudais de descarga.  
  • Tipo de solo, teor em humidade e caudais de água, superficiais ou subsuperficiais, adjacentes à edificação.  
  • Utilização da edificação e humidade gerada pela ocupação.  
  • Condição e taxas de absorção dos materiais.  
  • Tipo, operação e condição do aquecimento, ventilação, arrefecimento, humidificação, desumidificação e sistemas de canalização.  
  • Alterações diárias e sazonais do sol, dos ventos predominantes, da chuva, da temperatura e da humidade relativa (interior e exterior), assim como variações sazonais ou consequentes das marés nos níveis de água no terreno.
  • Condições locais pouco habituais ou irregularidades da construção.
  • Condições nas paredes da caixa de ar afectadas, temperatura e humidade relativa, e pontos de orvalho.  
  • Quantidade de ar infiltrado existente na edificação.
  • Paisagismo adjacente e vegetação plantada vizinha.  

O diagnóstico e o tratamento das causas dos problemas consequentes da humidade exigem quer a verificação da degradação localizada, quer a compreensão do desempenho do edifício inteiro e do local onde se situa.

A humidade é caracterizada por se deslocar para longe da sua origem, e os movimentos da humidade por dentro de áreas fechadas da construção do edifício tornam mais difícil o  diagnóstico da origem e do encaminhamento.

Recomendado para si:   Princípio da Universalidade ou da Aplicação Universal

As deficiências óbvias, tais como as canalizações rotas, as caleiras entupidas ou as paredes fissuradas que contribuem para os danos consequentes da humidade, devem ser sempre prontamente corrigidas.

Em caso de problemas mais delicados, podem se consumir vários meses, até às quatro estações, com a monitorização e a avaliação necessárias para a elaboração de um diagnóstico completo.

Apressar-se uma solução sem a adequada documentação pode, frequentemente, resultar numa desnecessária remoção de materiais históricos – e pior – na criação de problemas a longo prazo, associados com o aumento, em vez de uma redução, da  humidade indesejada. 

Baixar Documento