Conceitos e os Factores de Produção Agrária

Conceito Agricultura

Agricultura é a arte de cultivar terra e domesticar animais úteis ao homem (Pierre George).

A agricultura foi descoberta no Neolítico há mais de 7000 anos. De recordar que antes o homem dependia da natureza ou seja tinha uma economia recolectora, era nómada, alimentava-se de raízes, frutos e com as primeiras invenções desenvolveu arco, a flecha e o arpão que lhe permitiu caçar e pescar. Com a escassez de alimentos em certos espaços geográficos e o deslocamento das suas presas de acordo com o ritmo das estações de tempo, ganhou novas dinâmicas.

Com a prática da agricultura foi um passo gigantesco para a humanidade e deu-se uma revolução, dando lugar a sedentarização, e isso facilitou a produção de alimentos, no entanto assistiu-se o aumento da produção e produtividade, houve muitas inovações e rápido crescimento da população e redução de crises alimentares.

Os factores condicionantes à produção agrícola

i. Factores físico-naturais

  • Disponibilidade de bons climas
  • Disponibilidade de solos aráveis
  • Disponibilidade de recursos hídricos (água)
  • Existência de planícies e vales fluviais
  • Desastres naturais (as poeiras vulcânicas fertilizam os solos)
  • Disponibilidade de vegetação

ii. Factores socioeconómicos

  • Disponibilidade de capital financeira (investimentos)
  • Disponibilidade de transporte e vias de comunicação
  • Disponibilidade de mercado de comercialização
  • Disponibilidade de insumos agrícolas
  • Existência de políticas agrárias
  • Estabilidade de tecnologia

Os factores limitantes à produção agrícola

Algumas limitações da produção agrícola estão relacionadas com os seguintes aspectos:

  • Lixiviação dos solos
  • Excesso ou escassez de água
  • Superpovoamento
  • Solos pedregosos, vertissolos, áridos, e delgados
  • Solos com fraca capacidade de retenção de água
  • Processo de urbanização
  • Densidade populacional
  • Doenças e pragas agrícolas
  • Guerras
  • Conflitos homem e animal

Os sistemas agrários

Os sistemas de cultura é a forma como o solo é utilizado para obter uma determinada produção. Os sistemas de produção podem ser: intensivos ou extensivos.

O sistema intensivo é o processo de exploração agrícola que recorre a muitos inputs (rega, tecnologia, trabalho e investimentos), para a obtenção de maiores rendimentos embora crie grandes impactos ecológicos.

O sistema extensivo é um processo que recorre a poucos inputs, e, realizado em regime de sequeiro (sem recorrer a rega) levando a obtenção de menores rendimentos.