Apontamentos Alguns defeitos estruturais vulgares

Alguns defeitos estruturais vulgares

Não é invulgar encontrarem-se algumas paredes de uma edificação com paredes em terra, inclinadas para fora.

Muitas vezes, esta tendência é consequente de uma inadequada estrutura no telhado, ou de uma estrutura que foi posteriormente modificada, ou que veio a ficar degradada.

Raramente é apropriado acrescentarem-se contrafortes para susterem este movimento para o exterior. Em primeiro lugar, se o impulso for proveniente do telhado, o contraforte não oferece a travação onde ela é necessária. Em segundo lugar, o próprio acto de se cavar a fundação para um contraforte pode, por si só, desestabilizar a base da parede, e em terceiro lugar, se for inadequadamente fundado, o contraforte também se pode inclinar para o exterior.

Uma inclinação para o exterior pode resultar na redução da área de apoio das vigas do pavimento superior, com a consequência de uma maior concentração de cargas nesses pontos de apoio, tornando-se, possivelmente, excessivas e provocando a ruína da parede.

Embora a deformação do telhado seja, provavelmente, a mais frequente causa de uma inclinação para o exterior de uma parede, a possibilidade de existirem outras causas, tais como um assentamento no terreno, tem que ser considerada.

Outra possibilidade é a consolidação própria da camada de embasamento. Se ficar insuficientemente compactada durante a construção, ela pode consolidar-se mais tarde, fazendo com que a parede em terra por cima dela se incline e sofra uma fendilhação vertical interna por rotação.

Recomendado para si:   Lições dos Trabalhos de Pesquisa

Além disso, a humidade na base também pode provocar uma inclinação. Se a parede em terra absorver demasiada humidade, ela vai ficar enfraquecida e também ela pode consolidar-se sob o seu peso próprio. Este enfraquecimento pode variar no interior da espessura da parede. Mais adiante são mostradas outras consequências do humedecimento da parede.

Muito frequentemente, estas modificações envolvem o emprego de um revestimento diferente para o telhado, por exemplo, ardósia em vez de colmo.

As consequências destas alterações podem ser prejudiciais para as paredes. Para além da redução da travação transversal no anterior cimo da parede, também outros factores podem desempenhar o mesmo papel.

Uma maior área de parede que fica exposta aos elementos climatéricos, especialmente se for reduzido o balanço dos beirados. Também é provável que as paredes tenham sido acrescentadas usando-se um material diferente, geralmente o tijolo.

Este assenta junto à face exterior da parede em terra, muito possivelmente alterando as condições de carga dessa parede.

Além disso, a junta horizontal entre dois materiais diferentes na parede, que, possivelmente, têm coeficientes de expansão diferentes, pode resultar em fendilhação e na entrada de humidade.

Baixar Documento