Apontamentos A importância de um correcto refechamento

A importância de um correcto refechamento

Um refechamento de juntas que seja incorrectamente executado, seja pelo seu tipo ser errado, seja porque os seus materiais são errados, pode ter como resultado a produção de danos físicos na fábrica do edifício.

Ele pode, também, alterar radicalmente a aparência desse edifício e, assim, diminuir substancialmente o respectivo carácter.

Princípios Gerais

O refechamento da junta deve ser sempre mais fraco do que a
pedra circundante.

As argamassas densas e rijas têm, geralmente, o efeito de aumentarem, em vez de diminuírem, os riscos de penetração de água e de degradação da pedra.

Se ocorrer um qualquer movimento numa parede em pedra, ele deve acontecer na junta, senão é a própria pedra que se fractura.

Por esta razão, na maior parte das circunstâncias devem ser empregues argamassas à base de cal já que estas conseguem acomodar um certo grau de movimento e são muito trabalháveis.

Nunca devem ser usadas argamassas rijas só de cimento cinzento.

No entanto, em certas circunstâncias, pode ser adicionado algum cimento para auxiliar à presa.

Quando Executar

Só deve ser executada uma intervenção global de refechamento de juntas num edifício quando se verificar uma situação generalizada de deterioração dessas juntas.

Quando existirem apenas deteriorações pontuais, a primeira opção deve ser sempre a de se aplicarem remendos cuidadosamente.

O refechamento de juntas não deve ser executado apenas por questões cosméticas, a menos que o edifício tenha sido objecto de uma intervenção de refechamento de juntas, numa anterior fase da sua vida, feito com um tipo de refechamento que tenha sido particularmente inapropriado.

Recomendado para si:   Decreto-lei no 69/90, de 2 de Março - Artigo 2o - Tipologia

Um material de refechamento mais antigo já meteorizado tem, geralmente, uma aparência mais atractiva do que um material novo, particularmente se esse material novo for liso e cimentício.

Uma alvenaria com juntas finas feitas em argamassa de pasta de cal, tal como se encontram nos trabalhos em pedra aparelhada, a partir do século XVIII em diante, requer um tratamento especialmente cuidadoso.

As juntas de pasta que estejam saudáveis nunca devem ser perturbadas, mesmo que alguns milímetros exteriores tenham sido erodidos.

Quando for necessário repararem-se juntas, a massa solta deve ser gentilmente raspada com uma faca para se evitarem danos nas arestas da cantaria, e todas as massas novas devem condizer com a original.

Baixar Documento