Apontamentos A Habitação em Números: Exclusões e Desigualdades

A Habitação em Números: Exclusões e Desigualdades

O número dos mal alojados e dos sem-abrigo continua importante

  • 1,6 milhões de pessoas vivem em habitações sem duche, sem sanita ou sem os dois.
  • 1 milhão de pessoas estão alojadas em situação de sobrepopulação acentuada.
  • 550.000 pessoas, entre as quais 50.000 crianças, vivem em hotéis, em mobilados ou em sublocação.
  • Entre os arrendatários, 300.000 famílias estão em situação de falta de pagamento das rendas, um terço das quais no parque social, ou seja 1 milhão de pessoas.
  • 146.000 pessoas em casas móveis (recenseamento de 1990).
  • 10.000 sem-abrigo em Paris, por cada noite média de Inverno em 1995.
  • 86.000 pessoas estavam “sem domicílio”.

A situação de Paris e na Ile de France é especialmente tensa

A 30 de Novembro de 2001:

  • Paris tinha 700 edifícios insalubres.
  • As instituições (bancos, etc…) colocavam 15.000 fogos no mercado do arrendamento; a Cidade de Paris não foi capaz de os comprar.
  • Paris tem um parque social de 14 % do conjunto da habitação.
  • Paris tem 100.000 pedidos de habitação em lista de espera.
  • Apenas 32.000 habitações de Paris pagam a taxa de penalização para habitações devolutas, apesar de 136.000 habitações estarem devolutas.
Recomendado para si:   Conceito e Finalidades da Auditoria
Baixar Documento