Apontamentos A Degradação da Madeira

A Degradação da Madeira

Os materiais de construção são degradados pelos efeitos de condições ambientais adversas e a extensão dos danos consequentes depende quer dos materiais, quer da sua condição.

Entre os materiais mais degradáveis, destacam-se a madeira, a tinta, os têxteis e o papel.

A madeira permanece um dos materiais mais úteis num mundo de recursos decrescentes e é um componente de primeira importância nas edificações históricas.

Ela tem muitas propriedades estruturais e estéticas positivas, assim como é um recurso energeticamente eficiente e renovável.

No entanto, a madeira proporciona nichos ecológicos especializados e muitos organismos evoluíram para a usarem como alimento.

Os mais vulgares e destrutivos para a madeira são a podridão seca, a podridão húmida, o caruncho vulgar da mobília e o caruncho death watch.

Os tratamentos curativos ortodoxos implicam, frequentemente, a perda de acabamentos decorativos insubstituíveis, de pavimentos e de tectos.

Além disso, o tratamento de infestações com químicos fungicidas e insecticidas não só é dispendioso, incómodo e perigoso para os executantes e para os utilizadores, mas também é ambientalmente inaceitável e, geralmente, desnecessário.

O controlo ambiental e a manutenção preventiva proporcionam uma solução alternativa, menos destrutiva, e são os mais largamente usados métodos para a prevenção da degradação biológica.

Recomendado para si:   Crimes Simples e Crimes Pluri-Ofensivos
Baixar Documento