Apontamentos Trabalho de conservação

Trabalho de conservação

Ao longo dos anos, foram conseguidos melhoramentos tecnológicos que tornaram mais fáceis a fabricação e a construção das serralharias.

No entanto, para a conservação e para a réplica de serralharias antigas devemos ter em atenção que só técnicas semelhantes às existentes quando uma peça em particular foi originalmente criada vão produzir uma réplica rigorosa.

Se uma competência não for exercitada, ela será esquecida, e com ela a possibilidade de se criar à maneira do passado.

A conservação das competências é talvez tão importante como a conservação dos próprios artefactos.

Se for permitido o emprego do aço macio moderno na conservação do ferro forjado, vai também haver uma tendência para se entrar em compromissos na técnica. Por exemplo, o aço macio não consegue ser tão facilmente soldado ao fogo.

Além disso, existe uma certa tendência para se usarem secções modernas produzidas em massa, que é muito pouco provável acertarem com as medidas “imperiais” usadas no passado.

Antes do Séc. XIX as secções em ferro fundido eram forjadas até adquirirem a sua forma, o que lhes permitia uma muito maior variedade de formas e de texturas superficiais.

Em comparação, os restauros em aço macio vão aparecer desprovidos de vida e o resultado vai ser inconsistente com a textura dos originais.

Finalmente, o ferro fundido é um material que provou deter um recorde de longevidade que lhe permite prologarem-se os intervalos entre restauros sucessivos.

Recomendado para si:   Publicidade e Transparência

É verdade que o seu custo é superior, mas em muitos casos o custo do material é menor em comparação com o custo da mão-de-obra especializada, cuja totalidade poderá ser perdida logo que o enferrujamento do aço macio comece a progredir.

Actualmente existe ferro forjado à venda para trabalhos de restauro, obtido principalmente por reciclagem de materiais usados. Apesar de os fornecedores de carvão de madeira serem limitados, existem grandes quantidades de material metálico do Séc. XIX à venda, proveniente de estruturas redundantes e demolidas, tais como pontes, que podem ser forjadas de novo.

Um aumento da procura de ferro forjado para trabalhos de conservação também pode tornar viável a produção de ferro de carvão vegetal. Façamos campanha pelo verdadeiro ferro!

Baixar Documento