Pirâmides Ecológicas

Pirâmide de Energia

A pirâmide de energia expressa a quantidade de energia acumulada em cada nível da cadeia alimentar.

O fluxo decrescente de energia da cadeia alimentar justifica o fato de a pirâmide apresentar o vértice voltado para cima. O comprimento do rectângulo (tamanho das palavras) indica o conteúdo energético presente em cada elo da cadeia. Estima-se que cada nível trófico transfira apenas 10% da capacidade energética para o nível trófico seguinte, por isso, que uma pirâmide dificilmente apresentara mais que cinco níveis tróficos. Assim, podemos presumir o
seguinte:

Se em uma área de plantio que durante o ano alimenta 100 pessoas, se for utilizada para engorda do gado, o numero de gado, será tão pequeno, que não alimentara mais que cinco pessoas durante o ano.

Vemos então, que a quantidade de energia que se perdeu de um nível trófico para outro foi muito grande. Concluímos assim, que os consumidores primários estão muito mais servido energeticamente que os demais níveis tróficos da pirâmide energética.

Pirâmide de Biomassa

Este tipo de gráfico expressa a quantidade de matéria orgânica acumulada em cada nível trófico da cadeia alimentar.
Sabemos que apenas uma pequena quantidade de biomassa adquirida é utilizada na formação de matéria viva. A maior parte dessa biomassa é utilizada como fonte de energia e depois eliminada para o meio ambiente na forma de resíduos respiratórios (CO2 e H2O) e excreções (como urina e fezes). Como no caso anterior (pirâmide de energia) apenas 10% dessa matéria é transferida para o nível trófico seguinte.

Pirâmide dos Números

A pirâmide de número expressa a quantidade de indivíduos presente em cada nível trófico da cadeia alimentar. Como o número de indivíduos diminui ao longo dos sucessivos elos de uma cadeia alimentar, a pirâmide de numero é representada com o vértice voltado para cima. Entretanto, existem inúmeros exemplos que contrariam esse fato.
Outros exemplos de representação de Pirâmides ecológicas.