Evolução do Sistema Nacional de Educação em Moçambique

A instituição escola tem uma história no País: já nesse passado recente o ensino básico teve sucessivas reformulações, as quais, apesar duma radical transformação inicial logo após a independência, de certo modo, persiste, influenciando a dinâmica política, económica, e cultural no quotidiano da sociedade moçambicana.

Portanto, o recurso à história tem por finalidade referir, resumidamente:

  • A Educação no Período Colonial, com ênfase na Formação de Professores;
  • A Educação em zonas libertadas no Processo de Luta Armada de Libertação (1964-1974); e
  • A Educação no Período Pós-Independência, com particular atenção à Formação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e a actualidade.

A Educação no Período Colonial

O sistema da educação colonial era organizado em dois sistemas de ensino distintos, o Ensino Oficial que era destinado aos filhos dos colonos ou assimilados, que predominava nas vilas e cidades; o Ensino Rudimentar que se destinava aos chamados “indígenas” os nativos, e este desenvolvia-se nas zonas rurais (campo), em escolas das missões, controladas pela igreja.