Ensino Rudimentar

Ensino Rudimentar

Em Maio de 1930 pelo Diploma Legislativo número 238, o Estado Novo definiu duas categorias de escolas: a primeira, das escolas das missões católicas romanas, para ministrarem a instrução primária rudimentar aos africanos. Foi, então, instituído o ensino normal indígena, com a finalidade de “habilitar professores indígenas para as escolas rudimentares”.

A primeira Escola dePreparação de Professores Primários Indígenas foi inaugurada nesse ano de 1930, com 73 candidatos inscritos. “Para o governo colonial o Ensino Primário Rudimentar destinava-se a civilizar os indígenas da colónia, espalhando entre eles a língua e os costumes portugueses”.