Apontamentos Degradação do adobe

Degradação do adobe

Quando se contempla a conservação ou a reabilitação de um edifício histórico em adobe, é geralmente porque as paredes ou a cobertura desse edifício se degradaram por alguma forma – as paredes podem ter fissurado, estarem erodidas, esburacadas, perfuradas, abauladas, ou a cobertura pode estar pendida.

No planeamento da estabilização e na reparação de um edifício em adobe, é necessário:

  • Determinar-se a natureza da degradação.
  • Identificar-se e corrigir-se a origem do problema que provoca essa degradação.
  • Desenvolverem-se projectos de reabilitação e de restauro que sejam sensíveis à integridade histórica do edifício em adobe.
  • Desenvolver-se um programa de manutenção para depois da conclusão da reabilitação ou restauro.

Advertência geral: Existem diversos princípios que, quando seguidos, geralmente têm como resultado que o adobe seja um recurso relativamente estável e permanente.

1. Sempre que possível, devem-se contratar os serviços ou pedir-se a opinião de um profissional de arquitectura ou de outro profissional de conservação especialista em conservação e estabilização de adobe. Apesar de isto se tornar mais caro do que o “faça-você-mesmo”, tornar-se-á provavelmente menos caro a longo prazo. Trabalhar com um edifício de adobe degradado é um processo complexo e difícil. Podem ser provocados danos irreversíveis por “restauradores” bem intencionados mas inexperientes. Além disso, pode ser necessária assistência profissional para se interpretarem os requisitos dos códigos locais.

2. Nunca começar os restauros ou reparações até que os problemas que originaram a degradação do adobe tenham sido encontrados, analisados e resolvidos. Por exemplo, as paredes deformadas ou “barrigudas” podem ser o resultado de um problema chamado de “humidade ascendente” e/ou de uma excessiva carga proveniente da cobertura. Como a degradação do adobe é, quase sempre, o produto final de uma combinação destes problemas, é necessário que um profissional experiente analise e identifique as origens da degradação, e detenha essa degradação antes de se iniciarem os restauros completos.

Recomendado para si:   O Constitucionalismo Africano de Língua Portuguesa

3. Deve-se proceder à reparação ou substituição dos materiais dos edifícios em adobe com os mesmos tipos de materiais usados originalmente e devem-se usar as mesmas técnicas de construção. Usualmente, o melhor e mais seguro procedimento é a utilização de materiais de construção tradicionais. Reparam-se ou substituem-se tijolos de adobe com tijolos de adobe similares.

Reparam-se ou substituem-se lintéis de madeira apodrecidos com lintéis de madeira semelhantes. Os problemas criados pela introdução de materiais de substituição dissemelhantes podem provocar outros problemas que excedem largamente os que deram origem ao início da degradação do adobe.

Baixar Documento