Definição e classificação da Arte

Definição e classificação da Arte

A arte pode ser definida segundo alguns pensamentos filosóficos de alguns filósofos:
Platão entendeu a arte como uma imitação da natureza, que é, por sua vez, cópia das ideias, o alvo da limitação é o belo.
Aristóteles, contradizendo o seu mestre Platão, afirma que a arte não é apenas a imitação da natureza. Trata-se não de uma mera reprodução da natureza, mas sim de uma reprodução com a intenção de a superar.
Para o italiano Jean Baptista Vico (1668-1744), a arte é o modo fundamental e original da o homem se expressar numa determinada fase do seu desenvolvimento. O desenvolvimento viquiano do homem é composto por três etapas: a dos sentidos, a da fantasia e a da razão.
Classificação das artes 
Partindo da sua finalidade, que é utilizada e a expressão o belo, podemos dividir a arte em artesmecânicas (metalurgia e têxteis) e belas-artes. Enquanto nas artes mecânicas o artista está preocupado com a utilidade da sua obra, isto é, o lucro, nas belas-artes a preocupação fundamental do artista é a expressão do gosto pelo belo. Enquanto o belo se ama por si próprio, ou seja, pelo facto de ser belo, o útil ama-se não por aquilo que é, mas em razão da sua finalidade. Portanto, o útil é sempre relativo, ao passo que beleza é como era proclamada por Platão, absoluta e perfeita.
As belas-artes classificam-se em artes plásticas e artes rítmicas. Vejamos estes grupos.
Artes plásticas – são as artes que exprimem a beleza sensível através do uso das formas e das cores. Estas compreendem:
A escultura
 Que representa imagens plásticas em relevo total ou parcial e expressa sentimentos e atitudes através das formas vivas, buscando a perfeição e a beleza sublimes;
A pintura
 Que, pela combinação imaginativa e sensitiva das cores, exprime a percepção que o artista tem da natureza. A pintura supera a escultura, pelo menos no homem, pela maneira como fixa nele as duas expressões faciais;
A arquitectura
Que, pela imaginação e criatividade, atinge e expressa à beleza com equilibradas e agradáveis proporções das massas pesadas.
As artes rítmicas (ou artes de movimento) – são artes que, na sua essência, produzem obras que exprimem a beleza mediante varias formas: sons, ritmos e movimentos. Estas, por sua vez, compreendem:
A poesia (ou seja, a arte literária)
 Com ritmo mais ou menos suavizado pelas ritmas e palavras harmonizadas entre si, cria uma sensação agradável e é recitada ou lida em silencio;
A música (arte musical)  
Expressa a beleza através dos acordes vocais, melodias ritmos ou batidas compassadas em tempos alternados. Com a simultaneidade de melodias, a música pode transmitir sentimentos de varia ordem, assim como uma critica social. Através da música, o artista exprime o que lhe vem da alma, ou o que gostaria que fosse, mas não é;
A coreografia (ou a dança)
Conhecida como arte mista ou arte da dança. Através de uma sequência de movimentos corporais realizados de forma rítmica, ao som da música ou do canto, o artista exprime o modo como vê, sente e encara o mundo à sua volta.

A única arte de ser cultivada segundo Platão             

A única arte de ser cultivada, no entender do Platão, é a música, pois esta educa para o belo e forma a alma para a harmonia interior.