Apontamentos A Conservação e Melhoria Térmica das Janelas em Madeira

A Conservação e Melhoria Térmica das Janelas em Madeira

A energia usada para o aquecimento e para a construção de habitações totaliza mais do que 50% de toda a energia consumida no Reino Unido (e o transporte consome a maior parte da restante). Os subprodutos da produção desta energia são as emissões de bióxido de carbono e de bióxido de enxofre das centrais térmicas, as quais contribuem para o aquecimento global e para as chuvas ácidas.

Consequentemente, o Governo está actualmente comprometido em estabilizar as emissões de CO2 ao nível do ano de 2000. Estas questões devem ser consideradas por todos os envolvidos no projecto, na construção e na manutenção de edifícios, e não só como uma exigência legal dos Regulamentos sobre Construção, mas também porque podem ser impostos requisitos adicionais pelos proprietários dos edifícios, entre eles especialmente as associações de habitação, e por posturas das autoridades locais sobre “melhorias habitacionais”.

No entanto, o efeito de algumas melhorias pode ser extremamente prejudicial para um edifício ou para um lugar histórico. Os vidros duplos, especialmente, podem implicar a perda das janelas originais e introduzir uma gama de pormenores que podem arruinar a aparência do edifício.

Quando um edifício é classificado, todas as alterações que afectem o seu carácter podem ser controladas, e podem também ser impostas fiscalizações estritas (Article IV Directions) pelas autoridades locais sobre alterações específicas aos edifícios situados nas áreas de conservação que, de outra forma, poderiam ser impossíveis de controlar.

Recomendado para si:   Pozolanas