Orientação pelo Sol

Orientação pelo Sol

Como foi dito anteriormente, sempre que nos deslocamos a locais que não conhecemos, para não nos perdermos, utilizamos pontos de referência – elementos da paisagem ou do espaço onde nos encontramos – edifício, uma igreja, um jardim.

Para além dos pontos de referência, podemos também utilizar o Sol, para nos orientarmos. Já reparaste, certamente, que o Sol aparece (nasce) e desaparece (põe-se) todos os dias em determinados pontos do horizonte.

Os dois pontos do horizonte em que ocorrem o nascimento e o ocaso do Sol (e que são aproximadamente os mesmos ao longo do ano), são importantes para a nossa orientação.

O Sol, de acordo com o seu movimento diurno, indica-nos quatro pontos cardeais:

  • O nascer do Sol ocorre a ESTE (nascente, leste ou oriente);
  • Ao meio dia, o Sol indica o SUL e a sombra o NORTE;
  • O pôr-do-sol indica o OESTE (ocidente ou poente).

Processo de orientação pelo Sol

Processo de orientação pelo Sol

Nota: A orientação pelo Sol apresenta pouco rigor e depende das condições atmosféricas. Durante a noite ou mesmo durante o dia, se o céu estiver nublado não é possível usar esse processo de orientação.

Curiosidade: Como se orientar pelo Sol.

Ficando de pé aponte a sua mão direita para o sol nascente, este ponto é o Leste. Sua mão esquerda estará apontada para o Oeste e na sua frente estará o Norte e nas suas costas o Sul. Esse método elementar foi usado durante muito tempo por povos primitivos, permitindo a orientação deles quando saíam de um lugar para o outro.

Baixar Documento