Orla Marítima de Moçambique

Uma das características a apontar no litoral moçambicano é exactamente o facto de este se desenvolver com grandes recortes, ora reentrâncias, ora saliências, arquipélagos e ilhas, sobretudo na costa Norte. Para uma melhor visão deste traçado, vejamos de Norte a Sul os principais acidentes da costa.

Cabos

Na província de Cabo Delgado, encontramos o Cabo Suafo, no extremo Norte, junto a foz do rio Rovuma, o Cabo Delgado a cerca de 30 Km da foz daquele rio e ainda o Cabo Paquete mais a Sul. Ainda nesta província e de referir a Ponta Maunhane, a entrada da baía de Pemba e a Ponta do Diabo, a Norte da Baía do mesmo nome.

Na província de Nampula, há a destacar o Cabo Culomulomo, a entrada da Baía de Nacala, a Ponta Nangata a entrada da Baía de Memba, a Ponta Serissa a Sul da foz do rio Lúrio. Mais para Sul temos a Ponta Bajone, a Sul da Baía de Macombo e a Ponta Mesiuana, a Sul da entrada do porto de Angoche.

Na província da Zambézia, merece referência a Ponta Macalonga, a Sul da foz do rio Lingonha, a Ponta Matirre e a Norte do porto de Pebane, a Ponta Olinga e Tangalane, respectivamente a Sul e a Norte da entrada do porto de Quelimane e finalmente a Ponta Macovane no extremo Norte da península de Bartolomeu Dias.

A província de Sofala, não possui os acidentes em estudos dignos de menção que, pois a linha da Costa apresenta uma configuração mais linear.

Na província de Inhambane, voltamos a encontrar a presença de alguns acidentes da Costa importantes. E o caso do Cabo Bazaruto, do extremo Norte da ilha de Bazaruto, o Cabo de S. Sebastião a Sul da Baía de Bazaruto e o Cabo das Correntes ao Sul da Baía de Inhambane e Bazaruto, a Ponta da Barra, a entrada (lado Sul) da Baía de Inhambane.

Bazaruto.

Bazaruto.

A costa da província de Gaza e praticamente rectilínea, não havendo, por conseguinte, qualquer referencia a fazer a propósito do tema em estudo.

Finalmente na província mais meridional do pais, podem se apontar no Cabo de Inhaca, a entrada de Baía de Maputo na pare Norte da ilha do mesmo nome, o Cabo de Santa Maria a Sul da ilha de Inhaca, e a Ponta de Ouro no extremo Sul da província.

Baías

Na província de Cabo delgado, encontramos a baía de palma a sul de cabo delgado, a baía da Mocímboa da praia, a Baía de Quissanga, a baía de pemba que se caracteriza por se encontrara encostada em terra firme, com um estreito canal natural que se liga ao oceano indico e finalmente a baía de Lúrio que coincide com a foz do rio do mesmo nome.

A província de Nampula e a mais rica em baías. Uma das maiores e a baía de Memba, a seguir há a salientar a baía de Nacala, formosa pelo seu porto natural, a baía de Canducia, a baía de Mossuril norte da ilha de Moçambique, a baía de Angoche. Daqui ate ao sul da província, apesar de algumas reentrâncias também notórias, não há baías a salientar.

A província da Zambézia, para além da baía de Quelimane, não apresenta outras dignas de menção.

Na província de Sofala, temos a baía de Nhandoze e a grande baía de Sofala.

Na província de Inhambane a somente a apontar a baía de Inhambane, localizado junto a cidade do mesmo nome.

A província de Gaza, não apresenta como já vimos, qualquer acidente de costa de realce, pois o seu litoral e quase rectilíneo e de extensão relativamente reduzida.

Já o extremo sul, a província de Maputo volta a brindar a nossa costa com umas das maiores baías, a baía de Maputo que se encontra encaixada entre o eixo da ilha de Inhaca, cabo de santa Maria e a cidade com o mesmo nome.

Ilhas

Ao longo de 2515 Km da costa moçambicana existem numerosas ilhas.Dentre as mais conhecidas passemos a destacar,por províncias, as seguintes;

A província de Cabo Delgado e a mais dotada de ilhas em termos nacionais.

Elas fazem parte do chamado arquipélago das Quirimbas, que e constituído pelas ilhas Tecomaji, Rongui, Queramimbe, Vamizi, Metundo, Quifuqui, Tambuze, Niuni, Kero, Medjumbi, Nacaloe, Matemo, Ibo, Quirimba, Mefunco, Quissira.

A ilha do Ibo e a maior das ilhas do arquipélago e localiza-se a sul do paralelo de 12 sul.

A província de Nampula e a que possui o maior numero de ilhas, depois da província de cabo delgado.As mais importantes sao as ilhas de Mocambique(Mocambique, Goa,e Sena); Ilhas segundas ou ilha de Angoche(Moma,Caldeira, N’jovo, Puga-puga, Mafamede) entre Angoche e Moma.

Na província da Zambézia, no eixo das ilhas segundas, acima citadas,entre Noma e Pebane temos as ilhas primeiras(Silva,Fogo,Coroa,Epidendron).

Na província de Sofala , a sul da baía do mesmo nome, temos a assinalar somente a presença se uma ilha importante; a ilha de Chiloane.

Na província de Inhambane, na costa Norte,e de realçar a presença do arquipélago de Bazaruto constituído pelas seguintes ilhas; ilha do Bazaruto (a mais importante), ilha de Santa Carolina e ilha de Magarugue.

Na província de Gaza não há ilhas a apontar.

Finalmente, na província de Maputo, destacam-se as seguintes ilhas: ilha da Inhaca (a maior) e dos Elefantes a entrada da baía, e ilhas de Xefina (grande,media e pequena).

Costa

A zona costeira moçambicana apresenta características morfológicas muito diversificadas. De norte a sul, encontramos sucessivamente uma faixa costeira muito recortada, composta basicamente por corais e rochas, uma combinação de areia e coral e areia e lama, praia e mangal, costas com dunas e ainda deltas e estuários dos inúmeros rios que desaguam no canal de Moçambique.

This article has 2 comments

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>